André loss

gallery/111202_andre_cr-046b

Foto: Cristiane Rochol

Sobre o pianista:

Pianista concertista, camarista, Professor Titular de Piano e de Literatura do Teclado e Pesquisador no Departamento de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, André Loss estudou no Brasil e nos Estados Unidos, onde teve aulas e masterclasses com importantes mestres e concertistas. Sua formação musical foi completada primeiro no sul do Brasil e depois nos Estados Unidos, onde obteve o seu Doutorado em Piano no College Conservatory of Music da Universidade de Cincinnati, Ohio.

 

André Loss ganhou vários prêmios em competições de piano e audições para solista de orquestra. Suas aparições com orquestra incluem execuções nas séries da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, da Orquestra Sinfônica da Eastern Illinois University, da Orquestra Sinfônica de Caxias do Sul, da Orquestra de Câmara da UNISINOS, da Orquestra de Câmara do teatro São Pedro, da Orquestra de Câmara da ULBRA, da Orquestra de Câmara da UFRGS e da Orquestra Sinfônica de Carazinho.

 

Realizou apresentações nos Estados Unidos, como Professor Visitante e em séries de Concertos de Artistas Convidados, além de tocar em importantes salas no Brasil e no Uruguai. Em uma de suas recentes turnês apresentou a execução integral dos Estudos Transcendentais de F. Liszt. Ele também tomou parte em muitos recitais de câmara com renomados artistas e trabalhou com famosos regentes, como Eleazar de Carvalho (Brasil/EUA). André Loss realizou recentemente uma turnê brasileira com o violinista Fredi Gerling executando o ciclo completo de Sonatas para Piano e Violino de Beethoven, tendo se apresentado também com a violoncelista Marjana Rutkowski e o contrabaixista Alexandre Ritter.

 

O seu CD com a soprano Adriana Zignani recebeu o Prêmio Açorianos da cidade de Porto Alegre como o melhor CD de Música Erudita, e em seu último CD trabalhou junto com os colegas Cristina Gerling, Catarina Domenici e Ney Fialkow na gravação das Sonatinas completas de Camargo Guarnieri.  André Loss realizou a estreia de obras do compositor Felipe Adami, incluindo a estreia mundial do seu Concerto para Piano e Orquestra, obra dedicada ao pianista, realizando também a estreia da segunda versão de Estética do Frio II para Piano e Orquestra de Cordas de Celso L. Chaves.

 

André Loss é o criador e coordenador do projeto “Fontes Digitais de Música para Teclado entre 1730 e 1830,” cujo objetivo é o de facilitar o acesso e a divulgação de obras do Século XVIII e pré-românticas para  instrumentos de teclado, o que lhe permitiu executar a estreia sul americana do Concertino para Piano e Orquestra de Johann Nepomuk Hummel, e que permitirá vários projetos que irão trazer ao público uma grande quantidade de obras desconhecidas do passado. 

gallery/maos